Fotos malas de viagem

Date: 20.10.2018, 09:24 / Views: 31165


Confira nesse roteiro de viagem para Fernando de Noronha, qual a nossa programação dia a dia de viagem.

No primeiro dia em Fernando de Noronha: o Ilhatur pode ser uma boa alternativa para ter um panorama geral da ilha. Outros passeios imperdíveis também estão contemplados, como o passeio de barco, o mergulho com cilindro e a trilha até a Praia do Atalaia.

O roteiro também contempla passeios independentes para a Baía do Sancho. Achamos o tempo de visita do Ilhatur muito curto para curtir a melhor praia do mundo.

Para quem já estiver cansado de gastar (e como se gasta em Noronha) há também uma opção de caminhada totalmente gratuita e sem a necessidade de guia. E por praias de tirar o fôlego.

Comentários ou dúvidas são bem recebidos e serão respondidos com prazer. Só deixar a sua dúvida no final da matéria. 

Viagem para Fernando de Noronha – Roteiro Dia a Dia

O que fazer em Fernando de Noronha – Roteiro de 4, 5 ou 6 dias

O tempo mínimo para explorar Fernando de Noronha é de 4 dias. Como viajamos em julho, pegamos alguns dias com chuva, então foi ótimo termos nos programado para ficar 6 dias na ilha. Confira o nosso roteiro dia a dia.

Dia 1 – Chegada em Fernando de Noronha no final da tarde e pôr do sol na Praia do Cachorro
Dia 2 – Ilhatur (Baía do Sancho, Baía dos Porcos, Cacimba do Padre, Porto, Sueste e pôr do sol no Mirante do Boldró)
Dia 3 – Passeio de barco pela manhã e mergulho da Praia do Porto de Santo Antônio à tarde
Dia 4 – Baía do Sancho e Baía dos Porcos pela manhã e mergulho autônomo (batismo) à tarde; pôr do sol no Forte dos Remédios
Dia 5 – Praia do Atalaia, Praia do Leão, Baía do Sueste, Mirante dos Golfinhos e Baía do Sancho
Dia 6 – Caminhada pelas praias do mar de dentro (Praia da Conceição, Praia do Americano e Cacimba do Padre) e partida

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem Dia a Dia Fernando de Noronha, linda demais

Dia 1 – Chegada em Fernando de Noronha

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Vista do avião, em Recife, rumo a Fernando de Noronha

O vôo de Recife até Fernando dura só 1 hora, e a vista quando se chega na ilha é imperdível (procure você escolher o lado esquerdo do avião – ).

No aeroporto, o choque inicial típico de Fernando, uma taxa de visitação de cerca de R$ 68,74 por dia (ref. março de 2017). Confira e pague a taxa no de Fernando de Noronha.

Na saída do aeroporto, uma van da empresa  nos aguardava para o transfer até a pousada . Passamos em diversas pousadas antes de chegar finalmente na nossa, a última do percurso. No caminho, a guia Amanda ficou comentando um pouco sobre os passeios.

A pousada é simpática, bem decorada e o quarto é todo forrado de madeira, uma graça, com todas as comodidades.

Praia do Cachorro – Fim de Tarde

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Fim de tarde na Praia do Cachorro

Nem esquentamos no quarto, já saímos para ver o pôr do sol, que não estava muito bonito, mas vimos na praia do Cachorro, onde também um pessoal jogava vôlei ou tomava banho de mar.

Logo que saímos da praia, começou a chover muito forte e acabamos indo para a pousada. Males de quem viaja em julho, época de chuvas por lá.

Dia 2 – Ilhatur em Fernando de Noronha

O dia começou lá pelas 8h30 para o Ilhatur, um passeio por todos os pontos turísticos de Fernando de Noronha. O passeio custa em média R$ 150,00 a R$ 160,00, podem haver descontos para pagamento em cash.

O Ilhatur é uma boa oportunidade de conhecer todos os lugares de Fernando de Noronha e saber para qual você deseja voltar depois.

1 – Passeios Excluídos

Como havia chovido, o guia Clésio nos explicou que dois passeios tinham sido cortados: a Praia do Leão e o mergulho na praia do Sueste.

Fiquei bastante decepcionado, e achei que eles deveriam ter advertido isso antes de pagarmos o passeio. Além do quê, apesar da estrada para a Praia do Leão ter pontos de atolamento, a caminhada é muito curta, então daria para ir a pé. Mas enfim, deixamos para outro dia. Mas fiquei com pena de quem deixou de conhecer.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Mapa das praias de Fernando de Noronha. Fonte: http://www.noronha.pe.gov.br/

2 – Primeira Parada: Baía do Sancho

Nossa primeira parada foi na Baía do Sancho, após algum trecho em estrada de lama (de carro e a pé).

Chegando no mirante com a vista de cima da praia do Sancho, considerada a , a visão realmente é impressionante.

Depois de várias fotos, descemos as famosas escadinhas no meio de uma fenda numa rocha, que levam até a praia. São dois lances de escada, em um estreito vão nas pedras, para depois alcançar uma escada de alvenaria de cerca de 150 degraus. Todo o sacrifício (nem é tanto) é compensado ao chegar na praia.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Praia do Sancho, frequentemente considerada a melhor praia do Brasil

Em mergulho com snorkel na praia do Sancho, a vida marinha é muito variada, diversos tipos de peixe em grande quantidade. Ainda assim, fiquei nadando em lugares onde dava para alcançar o chão, pois ainda não estava dominando as técnicas de mergulho (em outras palavras, não sei nadar). Ficamos lá cerca de 1 hora.

Aqui ainda estávamos sem uma máquina para registro debaixo d’água.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Cachoeira na Praia do Sancho

A praia do Sancho possui duas cachoeiras. Uma delas só existe na época das chuvas, então se você estiver lá nessa época, aproveite!

3 – Mirante para a Baía dos Porcos

Voltamos pelo mesmo caminho, fizemos uma curta caminhada até um mirante, dessa vez para a Baía dos Porcos. Novo uau. Clésio sugeriu algumas fotos “artísticas”, do estilo segurando os morros (como se fossem os peitos da Fafá de Belém).

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Foto básica no alto da Baía dos Porcos, com o Dois Irmãos ao fundo

4 – Segunda Parada: Praia Cacimba do Padre e Baía dos Porcos

Chegamos à praia de Cacimba do Padre, onde fizemos o pedido de almoço, um peixe na folha de bananeira por R$ 60,00. Enquanto o peixe era preparado, fomos caminhar na praia de Cacimba, onde Clésio comentou que a praia possui ondas de até seis metros no verão.

Depois do almoço, caminhamos em grupo por uma curta trilha sobre as pedras até a Baía dos Porcos, para novo mergulho. No caminho, a visão magnífica dos Dois Irmãos.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Morro Dois Irmãos, vista a partir da trilha até a Baía dos Porcos

Quando a gente chegou na Baía dos Porcos, mal conseguimos esperar muito tempo pra entrar no mar.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Mergulho na Baía dos Porcos

O mergulho nos Porcos foi o melhor. Além da beleza espetacular do lugar, é possível ver cardumes de sardinhas (mesmo na parte mais rasa), diversos tipos de peixes em várias cores e até polvo e arraia. Nesse momento, o sol e o ceú abriram completamente, então a visibilidade estava perfeita e a cor do mar magnífica.

A melhor hora para fazer snorkel na Baía dos Porcos é quando a maré está cheia. Na maré vazante (e na maré baixa também), o mar fica muito movimentado e como a região é cheia de pedras, fica menos tranquilo nadar por lá.

5 – Almoço na Cacimba do Padre

Voltamos até o restaurante para almoçar, cerca de 13h30, onde tivemos problemas com o almoço, já que entregaram o prato todo errado, diferente do que tínhamos pedido.

6 – Terceira Parada: Região do Porto Santo Antônio

Depois do almoço, fomos até a região do Porto, onde caminhamos por alguns mirantes, em um deles vimos uma praia com diversos tubarões pequenos (apenas de cima), as ilhas pequenas da região (entre elas a ilha Rata) e o Buraco da Raquel. Nesse momento, o tempo começou a fechar e chover novamente.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias A região do porto e do Buraco da Raquel rende ótimas fotos da paisagem

Clésio levou o pessoal para mergulho na praia do porto. Fiquei esperando a chuva passar, pois estava muito frio. Depois de uns 15 minutos a chuva parou e fui atrás deles.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias A praia do porto de Santo Antônio, ótima para ver tartarugas

Ao chegar na praia, fiquei um pouco inseguro em como entrar (se com ou sem sandália) e se tinha alguma advertência. Acabei ficando bem no rasinho, antes de uma faixa cheia de algas. Depois uma mulher me aconselhou a ir mais fundo, para ver tartarugas.

Foi a partir daí que comecei a ver nova variedade de peixes (em tamanhos bem maiores do que o das outras praias) e depois de algum tempo, encontrei uma tartaruga, se alimentando das algas. Fiquei bem pertinho, ela nem ligou e continou se alimentando. Infelizmente, foi meu único contato com tartarugas naquele dia.

Como já disse, ainda estávamos sem a máquina subaquática, portanto nenhum registro da tartaruga, pelo menos por enquanto.

7 – Quarta e Última Parada: Mirante do Boldró

Depois do mergulho, finalmente voltamos ao carro e nos dirigimos ao mirante do Boldró, para o pôr do sol, que foi legal mas com muitas nuvens.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Entardecer no Mirante do Boldró

Os melhores lugares para ver o entardecer em Fernando de Noronha são o mirante do Boldró e o mirante no Forte dos Remédios. A diferença entre eles é a distância dos Dois Irmãos, o Boldró fica mais próximo; mas o Forte é um lugar bem mais interessante de se visitar. 

Ao final do dia, eu tinha feito três mergulhos em lugares maravilhosos: Sancho, Baía dos Porcos e na praia do porto de Santo Antônio, onde nadei pertinho de uma tartaruga. Em todos eles, tive momentos de medo ou em que me atrapalhei com o equipamento ou com a água. No último, em particular, tive medo de ir mais fundo, mas estimulado por uma senhora, acabei sendo recompensado por ver a tartaruga.

FICHA TÉCNICA:

Passeio/Atração: Ihatur em Fernando de Noronha

Direção: Baía do Sancho, Baía dos Porcos, Cacimba do Padre, Porto e Mirante do Boldró

Produção: Blue Marlin

O melhor: bons guias de turismo sabem o melhor momento para levar as pessoas nos lugares: o mergulho na Baía dos Porcos foi na hora exata, a maré estava cheia e o mar tranquilo; o guia também nos levou para mergulhar na Praia do Porto de Santo Antônio até um barco naufragado

O pior: a praia do Leão foi excluída do roteiro sem aviso prévio

Ano: 2011

País: Brasil

Avaliação: ★★★★

Dia 3 – Passeio de Barco e Mergulho Livre com as Tartarugas

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias No passeio de barco, um novo ponto de vista sobre as ilhas do arquipelágo de Fernando de Noronha

Às 8h15 passou um carro da Blue Marlin, que depois de nós ainda passou em duas casas de pessoas que desmarcaram o passeio, talvez por causa do tempo ruim. Azar o deles, pois o tempo melhorou bastante.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias As diferentes formações rochosas de Fernando de Noronha

Partimos para o passeio de barco e subimos para o segundo andar, pois eu queria ter uma vista mais panorâmica do mar e das paisagens.

Foi nesse passeio que conhecemos duas amigas que guardo até hoje, mãe e filha. Em outros tempos, amigos de viagem eram aqueles que você conhecia e se encantava durante a viagem, mas sabia que nunca mais iria vê-los. Mas hoje em dia, com a internet, esse contato pós-viagem ficou muito mais fácil.

O passeio começou pelas ilhas menores do arquipélago, que são muito bonitas, pela diferença e exotismo das rochas vulcânicas que se destacam no relevo.

Depois das ilhas, voltamos para a região em frente ao porto, onde inúmeros golfinhos apareceram em volta do barco. Foi uma festa, todos gritando felizes da vida. Consegui ver apenas um dando uma pirueta, mas não deu pra filmar.

A grande atração do passeio de barco são mesmo os golfinhos, em grande quantidade e bem próximo ao barco. Existem outras opções de passeios, como o barco com a pranchinha (Aquasub), em que você é puxado pelo barco usando uma pranchinha e um snorkel (dizem que pode dar um pouco de pressão no ouvido); ou o Navi, um barco com piso de vidro, onde é possível ver a vida marinha de Fernando de Noronha sem mergulhar (fiz um passeio semelhante na Grécia e não gostei, mas dizem que o de Fernando é melhor).

Minhas fotos dos golfinhos ficaram bem mais ou menos. Privilegiei as filmagens.

Depois dos golfinhos, passamos por diversas praias de Fernando, todas do mar de dentro, como Cachorro, Meio, Americano, Boldró, Bode e Cacimba do Padre. O auge é mesmo passar pelo Sancho e Baía dos Porcos, bem perto também dos Dois Irmãos, quando a cor da água atinge cores impressionantes.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Morro do Pico, outro dos cartões postais de Fernando de Noronha

O barco segue até a pontinha da ilha, onde se vê uma rocha com a imagem do mapa do Brasil em determinado ângulo no lugar chamado Ponta da Sapata.

No retorno, o tempo começou a fechar e choveu, mas ainda bem que a chuva parou quando ancoramos para mergulho no Sancho. Ainda nos preparativos para o mergulho com cilindro, queria testar minha respiração e meu nervosismo em um ambiente onde eu não poderia colocar o pé no chão.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias

Inicialmente, houve um certo nervosismo e a água entrou na máscara. Engoli água pela boca e pelo nariz. Há de se considerar também que a barba diminui a aderência da máscara.

Depois de um certo tempo no mar e de diversas paradas para desembaçar a máscara e colocar água para fora do nariz e da boca, consegui me acalmar e dar alguns mergulhos mais prolongados.

Uma coisa imperdível em Fernando de Noronha é alugar uma câmera subaquática. Como boa parte das belezas de Fernando está debaixo do mar, e a visibilidade é ótima, deixar esses momentos somente na memória é realmente uma pena. Portanto, fotografe. O aluguel saiu por R$ 50,00/dia e pode ser encontrado nas pousadas, nas agências de turismo ou com os guias de turismo locais. Todo mundo tem uma máquina para alugar.

Como paramos num ponto mais profundo do Sancho, era uma paisagem submarina diferente, onde predominavam os belíssimos corais e os peixes.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Parada para mergulho na Baía do Sancho, corais e muitos peixes são visíveis em um ponto mais distante da praia Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Peixes encontrados próximo do casco do barco

Snorkeling na Praia do Porto de Santo Antônio

Na volta do passeio, fizemos uma parada novamente na Praia do Porto de Santo Antônio, a mesma que durante o Ilhatur eu tinha visto uma tartaruga.

Dessa vez com colete salva vidas, eu me senti mais seguro e nadei bastante, vendo tartarugas, arraias, um cardume de peixes azuis enormes e outras diversas maravilhas.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Na Praia do Porto de Santo Antônio foi onde encontramos mais tartarugas Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Inesquecível poder nadar com as tartarugas

Eu não fui porque achei muito longe da praia, mas o Cleber foi até o lugar onde encontra-se um cargueiro naufragado, o Eleni Estathatos, mais ou menos 100 metros nadando. O cargueiro grego afundou na década de 20 na região. Também é um dos destaques entre os pontos de mergulho livre em Noronha.

O aluguel de coletes salva vidas e máscaras de mergulho é lugar-comum em Fernando de Noronha e pode ser encontrado na região do porto ou na praia do Sueste. Mesmo para quem sabe nadar, o colete pode ser útil pois em alguns lugares não é permitido pisar nos corais, como nas praias do Sueste e Atalaia, portanto com o colete é mais fácil para ficar boiando o tempo inteiro. 

Nesse momento, depois de um sol lindo, o tempo fechou e começou a chover, no que só parou à noite. Almoçamos na região do porto, um comercial por R$ 17,00, estava ótimo.

Continuou chovendo direto e forte, então acabamos ficando na pousada, descansando um pouco. Nosso dia começou e terminou com chuva, o que pode ser meio frustrante para quem está num paraíso como Fernando.

FICHA TÉCNICA:

Passeio/Atração: Passeio de Barco pelo Mar de Dentro

Direção: Extremidades do mar de dentro, desde as ilhas menores do arquipélago até a Ponta do Sapata, fazendo uma parada para mergulho na Baía do Sancho

Produção: Blue Marlin

O melhor: ver os golfinhos, com certeza, é o grande destaque do passeio

O pior: não me lembro de nada que tenha me desagradado e embora tenha gostado do passeio, não achei excelente

Ano: 2011

País: Brasil

Avaliação: ★★★★

FICHA TÉCNICA:

Passeio/Atração: Mergulho Livre na Praia do Porto de Santo Antônio

Direção: Ver as tartarugas, peixes e o barco naufragado

Produção: Grátis

O melhor: nadar livremente com as tartarugas é uma emoção indescritível, e elas são rápidas no mar

O pior: a praia não é muito bonita, mas ao contrário do que poderia se supor, a proximidade com o porto não deteriorou as condições das águas

Ano: 2011

País: Brasil

Avaliação: ★★★★

Dia 4 – Retorno para Baía dos Porcos e Baía do Sancho + Mergulho Batismo em Fernando de Noronha

Chegou o dia do batismo em Noronha.

Desde o dia anterior já estava ansioso e pensando coisas que poderiam dar errado. Mas como o mergulho só seria no período da tarde, tomamos café da manhã e fomos passear nas praias que mais gostamos no Ilhatur.

Na Baía do Sancho e Baía dos Porcos sem o Ilhatour

O dia amanheceu lindo (aliás chega de chuva por essa viagem), então pegamos um ônibus em frente à pousada para as praias. Esse modo de locomoção já tínhamos buscado no blog .

Uma boa opção para circular na ilha é de ônibus. Bem mais ecologicamente correto do que andar de bugue ou land rover, o ônibus corre toda a extensão da ilha e passa de 30 em 30 minutos. Ao contrário do transporte público do resto do Brasil, aqui os ônibus estão sempre vazios, porque todo mundo prefere andar com aqueles bugues barulhentos pela ilha.

Obviamente, os buggies dão maior independência ao turista. Além dessas duas opções, existem também os táxis, que fazem certos trajetos por valores pré-determinados.

Praia do Bode e Cacimba do Padre

Pegamos algumas informações e o melhor meio de ir até a Baía dos Porcos seria pegar o ônibus e descer na praia do Bode, que na maré baixa dá acesso à praia do Cacimba do Padre. O caminho direto para Cacimba é mais comprido e, devido a chuva, provavelmente cheio de lama.

Não demorou muito o ônibus passou e pedimos ao motorista para descer na Praia do Bode. O ônibus dá uma saidinha da BR e deixa bem pertinho do acesso para a praia. Cinco ou dez minutos de caminhada e já tínhamos chegado a ela.

A praia do Bode é linda, mas o que nos chama a atenção, com um magnetismo forte, são os Dois Irmãos e a cor do mar que o circunda. É um efeito que nos deixa com vontade de fotografar toda a vez que passamos por ele.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Look do dia para visitar as melhores praias do Brasil Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Morro Dois Irmãos, magnetizante

Baía dos Porcos com maré baixa

Dali fomos para a Baía dos Porcos, outro lugar fascinante, que estava com maré baixa. Infelizmente, como já havia advertido Clésio, o guia do Ilhatur, essas praias ficam melhores na maré alta.

Pelo menos deu para tirar várias fotos com a Baía praticamente deserta. Logo voltamos para rever os mirantes da Baía dos Porcos e do Sancho.

Nem sempre é possível, mas sempre é recomendável voltar àqueles lugares que gostamos mais. Cada lugar é um lugar, dependendo da hora. Uma maré diferente, uma luz diferente, o local estar mais cheio ou mais vazio, ou mesmo não é o lugar que muda, mas seu olhar que muda. Sempre dedique mais de uma vez para os lugares, você se surpreenderá.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias As cores impressionantes da Baía dos Porcos, em horário mais cedo e mais vazio do que da primeira vez Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Essa piscina natural é espetacular, mas não é permitido entrar, pois a água no interior é represada

 Trajeto da Baía dos Porcos até Baía do Sancho

Ao invés de sair pela Cacimba do Padre e ir direto para o mirante da Baía do Sancho, tivemos que voltar todo o caminho pela praia do Bode até a BR.

Isso porque a “estrada” que dá acesso a esses mirantes pela Cacimba estaria toda cheia de lama por causa da chuva e, pior, o caminho passa perto de um lixão, e a água poderia estar contaminada. Pelo menos foi o que nos advertiram.

Até pegamos um pedaço desse caminho para confirmar e constatamos que era assim mesmo, um forte odor e o caminho todo cheio de poças.

Foi surpreendente ver um lixão de grande proporção, com forte odor e contaminando toda a região próxima a ele, tão perto das praias mais bonitas de Fernando de Noronha como Sancho e a Baía dos Porcos.

Baía do Sancho pela segunda vez

Dessa forma, voltamos até a Praia do Bode e depois caminhamos cerca de 15 minutos pela BR até chegar ao acesso ao Sancho.

Da estrada BR até o Sancho leva mais uns 15 ou 20 minutos por caminho ora de terra (com acesso aos carros) ora por trilha, ainda escorregadia por causa da chuva. Enfim, nesses momentos realmente um buggy ou uma land rover fazem falta.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Praia da Cacimba do Padre Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Morro Dois Irmãos

Os Mirantes de Fernando de Noronha

Finalmente chegamos na parte de cima da Baía do Sancho, mais linda do que nunca. No dia do Ilhatur o dia estava um pouco nublado, por isso resolvemos retornar para garantir bons registros fotográficos.

Lá em cima, nos deliciamos mais uma vez com as paisagens do Sancho e da Baía dos Porcos, tiramos mais fotos, mas infelizmente não deu para descer para o Sancho pois já era quase 12h e às 13h15 o pessoal da Noronha Divers passaria para nos pegar para o mergulho.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Baía dos Porcos vista de cima, visão espetacular Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Baía do Sancho também vista de cima, um dos pontos mais belos para fotografar em Fernando de Noronha

Para completar o circuito das praias mais lindas do Brasil, em Fernando de Noronha, só faltou a Praia do Leão, que deixamos para outro dia.

Almoço no Restaurante Ousadia

Na volta para a Vila dos Remédios, descemos do ônibus no restaurante Ousadia e almoçamos comida por quilo para economizar (embora o quilo seja caro, não gastamos muito). Era a melhor opção, já que os restaurantes em Fernando de Noronha são quase sempre caríssimos.

Fazer uma refeição por preços justos (nem digo barata, pois isso é impossível por lá) é um desafio. Um prato de R$ 50,00 individual é a média de preço por lá. Por isso, o restaurante Ousadia acabou sendo uma das poucas opções de preço justo que encontramos por lá.

Por volta das 13h40 o carro da  chegou. Finalmente era o momento de meu batismo em Fernando de Noronha e eu estava morrendo de medo.

FICHA TÉCNICA:

Passeio/Atração: Baía dos Porcos e Baía do Sancho

Direção: Praia do Bode, Praia Cacimba do Padre, Baía dos Porcos e Baía do Sancho

Produção: Passagem de ônibus

O melhor: as praias são fotogênicas de qualquer ângulo, por isso caminhe bastante, explore novos olhares e se delicie com as melhores praias do Brasil, de fato!

O pior: o lixão encontrado no caminho entre a Cacimba do Padre e o Sancho, triste demais

Ano: 2011

País: Brasil

Avaliação: ★★★★★

Dia 4 – Mergulho de Batismo em Fernando de Noronha

Por volta das 13h40 o carro da  chegou na pousada para nos buscar e nos levar até o Porto de Santo Antônio.

Pegamos mais alguns poucos passageiros e logo chegamos no porto, onde outras empresas e seus clientes também estavam lá, como a Atlantis (a mais cara, mas quando chegou o barco entendemos porque) e a Águas Claras. Fomos os primeiros a sair.

O dia ainda estava muito bonito, e no trajeto fomos indo pelas pequenas ilhas do arquipélago até chegar em uma enseada calma, na ilha Rata.

No trajeto, um instrutor comentou todas as precauções que deveríamos ter, como os sinais em baixo do mar, como tirar água da máscara, como fazer a respiração para descompressão dos ouvidos e também me advertiu que, por causa da barba, alguma água entraria na minha máscara, inevitavelmente.

Afinal, esse não foi meu maior problema no mergulho, mas outro.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 DiasPrestes a fazer o tão esperado mergulho em Noronha

Ficamos para a segunda bateria, e procurei ficar o mais calmo possível.

Os preparativos para o mergulho

Enquanto esperava, fiquei pensando em como, durante toda a viagem, fiquei me preparando para esse momento, que para minha representava superar um de meus maiores medos, praticamente uma fobia, o de estar embaixo d’água.

Dois dias antes, quase tinha desistido, o que para mim seria uma situação de conforto, mas resolvi conhecer o tão famoso mergulho em Noronha.

Logo chegou a nossa vez. Sentamos próximos da água, colocamos a roupa de mergulho, o pé de pato e o colete com o cilindro e a máscara. Meu instrutor, Guilherme, se apresentou. Disse a ele que de início estaria um pouco nervoso. Depois em um movimento circular, de frente para a água viramos de costas e caímos no mar.

Fora da água, treinamos a respiração para evitar a compressão do ouvido, que depois de alguma dificuldade consegui fazer (é preciso respirar pela boca e, com a boca aberta, soltar o ar pelo nariz).

No Fundo do Mar de Noronha

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 DiasO encontro com a vida aquática no mar de Noronha

Afinal descemos. Logo no início da descida, já comecei a sentir os efeitos da pressão e meus ouvidos doeram. Tentei fazer a respiração mas não deu certo. Pelo menos a parte de respirar pela boca e de entrar água pela máscara viraram problemas coadjuvantes.

Nadamos bem próximo do fundo, e vi uma série de peixes muito bonitos, mas apesar da maior variedade, a experiência não me pareceu muito diferente de nadar com o snorkel, apesar da parafernalha toda.

Além disso é preciso nadar o tempo inteiro de mãos dadas com o instrutor (pelo menos eu preferi assim), mas pelo menos o Guilherme demonstrava estar fazendo o possível para buscar as melhores experiências lá embaixo, procurando e apontando os peixes mais diferentes.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 DiasUm dos nossos encontros com as tartarugas

De tempos em tempos a dor no ouvido me incomodava e eu tentava fazer a respiração, mas em algumas vezes entrava água pela máscara, então resolvi parar e tentar ignorar a dor. Depois essa dor de ouvido virou dor de cabeça e então já estávamos no fim do mergulho.

De uma forma geral, é lógico que eu curti a experiência de mergulhar, mas apesar da fauna e dos cenários diferentes do que eu já tinha visto nos outros mergulhos livres, achei que para mim a relação “custo/benefício” não valeu a pena.

Ao contrário do que todo mundo fala, não senti uma paz, ou qualquer tipo de relaxamento por estar debaixo do mar.

Durante o mergulho, você pode solicitar para que a experiência seja fotografada ou filmada. Eu me arrependi de não ter filmado, pois nossos registros não ficaram muito bons. Para as fotos, eles utilizam um equipamento bem invocado, inclusive com flash, o que garante a qualidade das fotos que você irá conferir a seguir. As fotos são pagas à parte, e não lembro ao centro, mas acho que custaram R$ 20,00 por foto.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias

Enfim, a experiência teve vários pontos positivos, mas também pontos negativos. No geral, o que lemos dos relatos das pessoas é que é sensacional, e não compartilho dessa opinião, não sei se por causa de meu mergulho autônomo não ter tido a sorte de encontrar muitas coisas interessantes ou pelos percalços que passei lá embaixo.

Como não sou melhor exemplo para falar de mergulho, vale conferir a experiência de 2 blogueiros que são craques no assunto. O Alessandro de Franceschi, do  e o Luiz Jr. Fernandes, do . Ambos utilizaram os serviços da Atlantis Divers.

Praia do Porto de Santo Antônio

No caminho de volta, fiquei tentando administrar a forte dor de cabeça que eu sentia, mesmo após o término do mergulho.

Voltamos ao porto e desembarcamos.

Como estávamos com a máquina subaquática alugada, ainda aproveitamos um pouco a praia do porto, que para nós foi a melhor praia para mergulho da ilha. Nesse dia não encontramos tartarugas.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Lindos peixes azuis encontrados na Praia do Porto de Santo Antônio

Pôr do Sol no Forte dos Remédios

Depois da praia do porto, fomos ver o pôr do sol no . Foi lindo, o lugar estava quase vazio (o Ilhatur prefere o pôr do sol no Boldró, então pouca gente vai pra lá) e bem tranquilo.

Lá tem vista para toda a região do porto e também para as praias do Meio e Conceição. Ainda dá para ver os Dois Irmãos.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Morro do Pico e Dois Irmãos ao fundo

Dia 5 – Praia da Atalaia, Praia do Leão, Baía do Sueste e Sancho

Penúltimo dia em Fernando de Noronha. Para esse sábado, tínhamos agendado a trilha até a  com a Amanda.

Ela passou para nos pegar na pousada, depois passamos em mais algumas pousadas e nos dirigimos para o início da trilha, que fica na Vila dos Trinta. Amanda explicou que ela preferiu chegar mais cedo, para que fossemos os primeiros a tomar a trilha.

Chegamos em um ponto onde aguardamos cerca de 20 minutos para iniciar a trilha. Ao que parece, a trilha só pode ser feita com guias, embora a entrada da trilha fique bem próxima do centro. É preciso agendar, uma moça fica controlando a quantidade de pessoas já que o acesso à praia é limitado. Afinal, começamos a trilha que leva cerca de 30 minutos, por um caminho com bastante lama e escorregadio. Fomos devagar, para não escorregar.

Trilha da Praia do Atalaia

Enfim, depois da caminhada chegamos até a Praia de Atalaia, dia lindo, mas o mar ainda parecia revolto. A praia fica no mar de fora, mas é protegida por um arrecife, que forma uma grande piscina natural.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Bem rasinha, porém não é permitido caminhar na piscina natural do Atalaia

A maré estava baixa, então essa piscina é bastante rasinha, e os animais que ora entraram na maré baixa ficam ali represados.

Um senhor controla o movimento na praia, pois essa piscina natural é muito fiscalizada. Não se pode caminhar na piscina, para não estragar os corais, portanto só é permitido ficar nadando, sem colocar os pés no chão.

Também não é permitido o uso de protetor solar, pois senão o produto também ficaria represado nas águas. E o controle é um pouco chato, enquanto mergulhávamos nesse aquário, escutávamos o tempo inteiro o barulho de apitos repreendendo os turistas. Dessa forma, não é o melhor lugar para relaxar, mas tem suas compensações.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Os peixes e as águas cristalinas da piscina da Atalaia

O fato da piscina ser rasa tem uma vantagem, a água fica ainda mais cristalina e não tão azulada quanto nas outras filmagens de lugares um pouco mais fundos. Por outro lado, como a água do mar aberto fica batendo contra os arrecifes, vez por outra a água invade a piscina e forma algumas bolhas na água.

Depois de 40 minutos, tivemos que sair da piscina pois deu nosso tempo. Na saída da trilha, ainda conseguimos ver uma moréia em umas pedras.

Praia do Leão

Voltamos pela trilha e depois Amanda e Márcio (o motorista) fizeram a gentileza de nos deixar na Baía do Sueste, pois queríamos ir até a . Lá chegando, o caminho para a Praia do Leão é bem próximo da praia de Sueste.

O caminho é surpreendentemente curto e tem apenas um ponto de lama, ao contrário do que estávamos imaginando. Alguns bugues estavam se direcionando até a praia, então não deu pra entender porque o ilhatur não tinha nos levado lá.

O final da estradinha leva a um mirante, de onde se tem uma vista espetacular da Praia do Leão. Minhas lembranças da primeira vez que fui a Fernando de Noronha se confirmaram: essa é a praia mais bonita de Fernando.

Talvez só perca para a Baía dos Porcos, cujas cores são impressionantes. Apesar da beleza, perde em outros quesitos, já que por ser uma praia de mar aberto, não permite o mergulho como a Praia do Sancho, pois suas águas são muito violentas. Mas a cor do mar é impressionante, e o cenário formado por duas ilhas também encanta.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Na edição de 2011 do Guia Quatro Rodas, a Praia do Leão ficou empatada com a Praia do Sancho e
a Baía dos Porcos como as melhores praias do Brasil

Descemos por uma trilha até a praia, que estava praticamente deserta, o que a deixava ainda mais encantadora. Pelo menos o fato do ilhatur não estar levando as pessoas lá nos deu essa vantagem.

A praia também é uma das maiores de Fernando de Noronha, caminhamos por toda sua extensão até um trecho cheio de pedras, onde descobrimos uma linda piscina natural.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Essa piscina natural, na Praia do Leão, é incrível

O livro “A Arte de Viajar”, de Alain de Botton, fala em um de seus capítulos, reclama que quando viajamos, os lugares que visitamos já foram todos descobertos, conhecidos e até receberam classificações do que é mais bonito e do que não é. “Quando os guias elogiavam um lugar”, afirma ele, “exerciam pressão sobre o visitante por um entusiasmo que estivesse à altura de seu próprio entusiasmo abalizado”. Por isso, acho que gosto muito dessa sensação, embora ilusória, de que estamos descobrindo uma praia deserta, ou uma linda piscina natural. Ilusória porque não há descoberta, aquele local já fora visitado por milhares de pessoas. Mas quando vamos sozinhos, quando chegamos e não encontramos ninguém, quando o lugar parece escondido ou mais distante, é como se de fato estivéssemos o descobrindo. É só uma descoberta pessoal, mas a sensação é boa demais.

Baía do Sueste

No retorno para a praia do Sueste, resolvemos pegar uma trilha para um forte. O caminho foi meio esquisito, pois parecia abandonado e o caminho estava com mata crescida, mas afinal conseguimos chegar em um mirante para a baía do Sueste, bastante interessante.

Voltando para Sueste, aluguei um colete e fomos mergulhar na praia, atrás de tartarugas. A praia de Sueste é considerada a ideal para vê-las em grande quantidade. No entanto, as águas de um mangue desaguam na praia, deixando sua água bastante turva. Nadei algum tempo e não consegui ver patavinas.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Praia do Sueste, por causa da chuva, nossa experiência por lá não foi muito positiva

Nosso próximo destino foi a praia do Sancho, onde queríamos conhecer a segunda cachoeira da praia. Amanda tinha nos comentado que essa cachoeira só existe nessa época, e é um ponto bastante visitado pelos próprios noronhenses.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Nova vista da Praia do Sancho, da trilha que sai do Mirante dos Golfinhos

Mirante dos Golfinhos

Antes de voltar para o Sancho, porém, resolvemos dar um pulo no mirante dos golfinhos, que se alcança depois de uns vinte minutos de trilha, partindo do início da trilha para o Sancho. Lá chegando, sentamos um pouco e ficamos aguardando para ver se aparecia algum golfinho, mas não vimos nada. Parece que o melhor horário para vê-los é pela manhã bem cedinho.

Do mirante dos golfinhos, pegamos outra trilha, contornando o mar, até a praia do Sancho. A trilha foi bem gostosa, pois em vários momentos começaram a surgir mirantes para o Sancho. Afinal, chegamos na famosa escadinha e descemos novamente por ela para a praia. Lá embaixo, caminhamos para o lado esquerdo, atravessamos a primeira cachoeira e encontramos um riacho desaguando na praia.

Cachoeira na Praia do Sancho

Seguindo pelas águas do riacho, mata adentro, após 5 minutos alcançamos a cachoeira.

Como a mata é um pouco fechada, parecia que estávamos entrando em um reino encantado, escondido pelas árvores. A cachoeira em si não é nada especial, mas um banhinho de cachoeira sempre é bom.

Depois voltamos para a praia e ficamos mergulhando com snorkel e tirando várias fotos, curtindo nossos últimos momentos na praia do Sancho.

Foi momento de superar um de meus últimos medos. Com o colete salva-vidas, eu comecei a tomar um pouco mais de coragem de ficar nadando em pontos onde eu não conseguia alcançar o chão. Pouco a pouco comecei a nadar para cada mais fundo, rodeando algumas pedras e corais do canto direito da praia. E cada vez mais ganhando confiança, perdendo o medo, consegui ficar bastante tempo nadando e curtindo o fundo do mar.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Visibilidade impressionante das águas na praia do Sancho

À noite, como não tínhamos almoçado, fomos jantar no Ousadia mas logo voltamos para o hotel para descansar e arrumar a mala para nossa partida no dia seguinte.

Dia 6 – Praias do Mar de Dentro

Último dia em Fernando de Noronha, mais um dia lindo de sol. Resolvemos fazer uma caminhada pelas praias do mar de dentro, era uma oportunidade de conhecer as praias que ainda não tínhamos visitado e ainda encerrar a caminhada na Baía dos Porcos.

Praia do Cachorro e Praia do Meio

Começamos a caminhada na Vila dos Remédios e na praia do Cachorro. Esta praia possuía uma fonte com a cara de um cachorro, em bronze, vindo daí o seu nome.

Da praia do cachorro atravessamos algumas ruínas e chegamos até a praia do Meio, que é praticamente deserta, embora tão próxima do centro, só com algumas pessoas pescando no mar. No limite com a praia e a ilhota da Conceição está o “Pião”, uma pedra de grandes proporções, equilibrada em pedras menores, comprovando que não existem tremores de terra em Fernando de Noronha.

Praia da Conceição

Praia da Conceição

Até as praias mais próximas do centro de Fernando de Noronha são lindas. Aqui, nem é preciso ser muito aventureiro para ter um contato privilegiado com a natureza.

Depois vem a Praia da Conceição, essa sim a praia mais frequentada e com mais fácil acesso. Essa praia fica na base do Morro do Pico, e tem uma santa na praia.

A praia é muito bonita. No final, encontramos algumas pedras bem grandes, que vão fechando o caminho para a próxima praia. Esse é o trecho mais difícil de atravessar. Demoramos algum tempo para encontrar qual seria o acesso, pelas encostas, para a próxima praia, mas afinal encontramos uma picada não muito bem definida.

Praia do Boldró e Praia do Americano

Depois de um pouco caminhar, chegamos na praia do Boldró, que não tem nenhum atrativo em especial.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Praia do Americano, quase sempre deserta

Seguindo adiante, a bonita e deserta Praia do Americano é a praia mais bonita do percurso.

Finalmente, chegamos na Praia do Bode e na Cacimba do Padre, praias que já havíamos visitado anteriormente.

A maré estava bem baixa e dava para tocar o Morro dos Dois Irmãos. Depois dali, fomos pela última e terceira vez até a Baía dos Porcos. Voltamos para a praia do Bode onde o acesso era mais fácil para o ônibus de volta.

Afinal, voltamos para a pousada por volta das 13h, horário limite que o Sérgio, dono da pousada, nos permitiu liberar o quarto. Deixamos as malas na recepção e saímos para um último passeio até o Forte dos Remédios, onde tiramos algumas fotos da vista do porto e das praias da Conceição.

Sentamos um pouco e comemos um pouco de biscoitos, no que fomos cercados pelos lagartos típicos de Fernando de Noronha. Parecia aquele filme do Jurrassic Park. Mas eles são inofensivos, só ficam te encarando de um jeito muito esquisito.

Viagem para Fernando de Noronha - Roteiro de Viagem 4, 5 ou 6 Dias Vista do Forte dos Remédios da Praia do Meio, Praia da Conceição, Morro do Pico e
Morro Dois Irmãos

Voltamos para a pousada e ficamos esperando o carro da Blue Marlin nos pegar para o aeroporto. O carro nos pegou por volta das 15h, chegamos no aeroporto que estava bastante cheio, mas conseguimos um lugar para sentar onde escrevi um pouco do diário da viagem.

Estava escrevendo sobre o mergulho, contando todas as experiências tal como você as leu aqui.

Enquanto escrevia, senti um pouco das experiências de medo e dor que vivi durante e após o mergulho, mas também a sensação de superação de afinal ter conseguido encarar meus medos e até então limites e ser recompensado com algumas das mais bonitas experiências debaixo d’água. E que agora, venham outras viagens com experiências subaquáticas, pois desse tipo de experiência eu não tenho mais medo.

© 2012 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor. Esse post foi revisado em 2017.

Leia mais:



Related news


Fotos de imagens de jesus
Fotos de sao gabriel da palha es
Fotos felipe camiroaga restos
Fotos de la vejiga urinaria
Fotos de placas escritas erradas
Back to Top