Opera de arame curitiba fotos

Date: 24.10.2018, 00:52 / Views: 33131

Закрыть ... [X]

Normalmente quando eu começo a pesquisar sobre um determinado destino, uma das primeiras perguntas que eu me faço é: Quantos dias ficar? Em Curitiba, eu reservaria no minimo 2 e no máximo 3 dias. Nesse post em especifico, eu vou escrever um roteiro que eu faria se tivesse apenas 2 dias inteiros por lá.

Primeiro lugar, existem três formas de chegar a Curitiba: de carro, de ônibus ou de avião. Quem chegar de carro, dependendo de onde vem, a entrada na cidade vai ser feita por lugares diferentes. Quem optar pelo ônibus, vai desembarcar na Rodoferroviária, que é a principal rodoviária a cidade. E ainda, quem chegar de avião, vai desembarcar no aeroporto Afonso Pena, que fica na cidade vizinha de São José dos Pinhais. Eu já fui pra Curitiba usando todas essas opções de transporte e posso garantir, é tudo muito fácil e simples.

IMG_8039

Pra se deslocar na cidade, a unica opção de transporte público é o ônibus e ainda, pra quem for a cidade a turismo, existe uma linha especial pra conhecer a cidade, os .

Dito isso, aqui vai o roteiro que preparei, baseado nos 8 anos que morei por lá. Quem quiser saber mais sobre uma determinada atração do roteiro, é só clicar nos links em vermelho. 

Dia 01:

Algumas das principais atrações de Curitiba podem ser percorridas a pé, sem nenhum problema. Na minha opinião, o melhor lugar pra começar a conhecer a cidade é partindo da . Essa rua ficou conhecida por ser uma rua coberta, com diversas opções de restaurantes e lojinhas e que teoricamente deveria ficar aberta 24 horas, mas na prática a coisa não é mais bem assim. De qualquer forma, vale a pena dar uma caminhada por lá!

131

Em seguida, em questão de uns 5 minutos de caminhada, se chega a Praça Osório, local onde pode-se dizer que inicia a Rua das Flores. Essa rua, na verdade é um calçadão enorme, lotada de lojinhas, livrarias e cafés. É onde fica a famosa Boca Maldita e também é onde está o Bondinho da Leitura.

cwb 01

Mapa Google Maps – Clique no mapa para ampliar

Ao chegar na rua Barão do Rio Branco, ao dobrar pro lado esquerdo, logo em frente vai estar a Praça Generoso Marques, onde fica o , que antigamente era o local onde estava o escritório dos prefeitos de Curitiba, mas hoje em dia foi transformado em um Centro Cultural.

Literalmente atras do Paço da Liberdade fica o , um mercado que apesar de não ser muito grande, tem uma variedade enorme de flores.

x2

Atravessando a rua, se chega a , local onde a cidade de Curitiba foi fundada. Os principais destaques dessa praça são: o marco zero da cidade, a estátua de Tiradentes, a Calçada Histórica e a .

De frente pra Catedral Metropolitana, seguir caminhando pela rua que fica pelo lado esquerdo. Ao chegar numa rua bem movimentada, com muitos carros e ônibus, na Travessa Nestor de Castro, nos “fundos da Catedral” vão estar alguns murais de Potty Lazzarotto, um artista local muito famoso.

1

Para ir até o Centro Histórico de Curitiba, é necessário atravessar a rua passando por um túnel subterrâneo, mas sei lá, eu não aconselho muito a fazer isso não. Acho melhor ir até a esquina, atravessar a rua na faixa, pra entrar na rua São Francisco.

cwb 02

Mapa Google Maps – Clique no mapa para ampliar

Como eu já escrevi um post bem completo sobre o Centro Histórico de Curitiba e sobre a Feirinha do Largo da Ordem, acho desnecessário repetir tudo, quem quiser ver esses posts respectivamente, é só clicar e .

Obs.: Lembrando que a Feirinha do Largo da Ordem só funciona aos domingos.

IMG_7667

Quem ainda tiver folego, pode seguir caminhando até o Centro Cívico e Museu Oscar Niemeyer. O trajeto é bem simples, mas é necessário voltar lá no inicio da rua São Francisco e seguir caminhando pela rua Barão do Serro Azul e na altura onde tem o Shopping Mueller, vai se transformar em Av. Candido Abreu.

cwb 03

Mapa Google Maps – Clique no mapa para ampliar

Seguindo a caminhada por essa rua, cinco quadras mais adiante vai aparecer a Prefeitura de Curitiba no caminho. É muito fácil de identificar essa construção, pois na fachada tem uns murais suuuuper bonitos com elementos relacionados a cultura paranaense.

IMG_7676

Um pouco mais adiante, no final dessa mesma rua, fica o . Até onde sei, não é possivel visitar normalmente, apenas em datas especificas. Eu tive a sorte de conhecer um dia que tava indo ao MON e era a semana da patria. Quem quiser ver detalhes dessa visita, é só .

IMG_7687

Continuando a caminhada, ao passar pelo Palácio Iguaçu, seguindo a rua a direita, logo vai aparecer umas escadas que vão levar a uma pracinha. Ao atravessar essa pracinha, logo vai ser possível ver um pedacinho do , também conhecido por Museu do Olho. Esse museu dispensa qualquer apresentação, mas quem quiser saber o que vai encontrar lá, é só clicar e .

m1

Imagino que a essa hora ninguém mais tenha pique pra caminhar, então é legal pegar um táxi e ir pra algum shopping ou até mesmo na Av Batel pra fazer um happy hour ou até mesmo jantar.

Dia 02:

Em um segundo dia em Curitiba, eu deixaria reservado pra conhecer as atrações mais afastadas da área central da cidade. Isso pode ser feito através do da cidade.

curitiba-space-mapa-linha-turismo

Foto retirada do site curitibaspace.com.br

A rota inicial desse ônibus parte da Praça Tiradentes, mas dá pra começar o roteiro em qualquer lugar. Normalmente eu prefiro começar pela Rua 24 Horas.

A primeira atração que eu visitaria seria o . O jardim é relativamente pequeno e quem for bem objetivo ou só quiser ver mesmo o principal (os jardins e a estufa), consegue fazer isso tranquilamente em 1 hora.

SONY DSC

Como segunda parada, eu colocaria o . É super tranquilo conhecer esse lugar e como ele tem uma rota já pré determinada, agiliza muito a visita.

SONY DSC

Eu ainda visitaria também a , um dos principais símbolos de Curitiba. A visita aqui também é relativamente rápida, dá pra conhecer tudo tranquilamente em 1 hora.

SONY DSC

Logo na sequencia, a próxima atração que a Linha Turismo chega é o . Esse parque vale muito a visita. Para saber mais detalhes do que fazer e ver lá, é só .

SONY DSC

E por fim, o ultimo ticket eu gastaria pra conhecer a , que oferece uma visão 360 graus de Curitiba. E se o dia estiver bonito, dá até pra ver um belíssimo por do sol.

t1-645x645

Como a Torre Panorâmica fica relativamente numa área bem central, é possível ir caminhando até a Praça da Espanha (região cheia de bares e restaurantes) ou ainda, pegar um táxi e ir jantar em algum barzinho/restaurante no Centro Histórico.

Dicas: 

– As segundas feiras (exceto no período de férias) o não funciona.

– Quem estiver em Curitiba numa quinta-feira, é legal deixar pra fazer o roteiro do Dia 01 nesse dia, pois o Museu Oscar Niemeyer abre até mais tarde.

IMG_7726

– Quem estiver em Curitiba em um domingo e quiser caminhar na Feirinha do Largo da Ordem, deve deixar pra fazer o roteiro do Dia 01 nesse dia.

– Normalmente essa região mais central de Curitiba costuma ser bem segura, mas não dá pra dar bobeira. É bom sempre ficar ligado e se ver algo estranho, entre em alguma loja, espere um pouco, caminhe mais devagar ou simplesmente atravesse a rua.

Posts relacionados:

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram:

e curta nossa fanpage no Facebook:

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.

Bruna Bartolamei

Últimos posts por Bruna Bartolamei ()





ШОКИРУЮЩИЕ НОВОСТИ



Related news


Fotos de peinados para noche
Galeria fotos cruz azul
Fotos de churrasco no espeto
Photoshop para escribir en las fotos
La costa amalfitana fotos
Fotos y mensajes de durango
Back to Top