Ver fotos de pitbull blue

Date: 16.10.2018, 13:00 / Views: 51161


4.34 avg. rating (86% score) - 38 votes

Raça Pitbul: tudo sobre a origem, temperamento, alimentação, cuidados com a raça, saúde, doenças, casos clínicos, adestramento e etc.

Pitbull – História da Raça

Pit bull é um termo genérico que se refere a um conjunto de raças de cão, incluindo, mas não se limitando ao American Pit Bull Terrier, o American Staffordshire Terrier e o Staffordshire Bull Terrier, e os cruzamentos entre essas raças. Costuma-se usar apenas o termo Pit Bull para designar a raça American Pit Bull.Os dois Staffordshire pertencem à categoria dos Terriers como também o , e o American Pit Bull é uma raça reconhecida oficialmente pela F.I.A.P.B.T (Federação Internacional American Pitbull Terrier) em Portugal a Delegação é presidida pelo Sr. Paulo Coelho e Representa a F.I.A.P.B.T em todos os países de língua oficial Portuguesa. A raça também é reconhecida pela ADBA (American Dog Breeders Association).
A origem da raça remonta ao Século XIX. Em 1835, o parlamento inglês proibiu o esporte chamado bull baiting, um jogo sádico em que Bulldogs eram usados para atacar touros trazidos à arena (com a discutível intenção de amaciar-lhes a carne). O cão atacava o touro, evitando coices e chifradas, agarrava o seu nariz ou orelha, e segurava-se até que o touro caísse. Os súbditos e a realeza da época procuravam diversão, procurando distrairem-se da violência e das doenças de seu tempo comparecendo a esses espetáculos sangrentos. Felizmente, a opinião pública forçou o governo a tomar uma medida.

Uma vez que o bull baiting foi banido, os criadores que apreciavam a rudeza, coragem e tenacidade dos buldogues voltaram sua atenção para a criação de cães para a briga (ou rinha). Começaram com o bulldog, misturaram algum sangue de terrier, e produziram,os Half and half ou Bull and Terriers,cães de pequeno porte e extrema força e dotados de maior agilidade que os buldogues de elevada força física, um cão que cumpria todas as suas expectativas. Os Bull and Terriers foram criados para agredir outros cães, matar ratos(pragas comuns na época), mostrando bravura, alta tolerância à dor, vontade de lutar até o fim, e não menos importante, afeição ao seu criador. Com o tempo passaram a se diferenciar em raças, tais como o Staffordishire Bull Terrier, o Bull Terrier, o Irish Staffordishire Bull Terrier e o Pit Bull(que não tinha um padrão para estética, mas sim em termos de temperamento).

Posteriormente, esses cães migraram para os Estados Unidos como cães de quinta e guardas de fronteira. Os cães do tipo físico Terriers do tipo Bull foram reconhecidos pelo UKC em 1898, sob o nome de American Pit Bull Terrier. Em 1902 a raça passou a ser reconhecida também pela ADBA, o AKC, nao reconhece o APBT como raça, por ela ainda, em alguns países, ser um cão de luta.

Hoje em dia o Pit Bull é muito polêmico. É constante o noticiário de ataques de cães desta raça a nível mundial. Ainda assim, há os que defendam que sua real face é a de um cão dócil, leal e equilibrado, baseado em suas experiências pessoais.

Pitbull – Informações

  • Raça: Pitbull
  • Origem: EUA
  • Porte: Médio
  • Grupo: Raças com Registro Provisório
  • Finalidade: Cães de companhia
  • Adestramento: Fácil
  • Pelagem: Curta e lisa
  • Cores: Variadas
  • Expectativa de vida: 10 a 13 anos
  • Atividade física: Alta
  • Cuidados especiais: Sociabilização quando filhotes
  • Personalidade do Pitbull: Inteligentes obedientes
  • Características do Pitbull: Fortes, mais volumosos, mais territorialistas, mais independentes
  • Cachorro para apartamento: Não
  • Cachorro para casa: Sim

 

Pitbull – Comportamento

  • Pitbull é dotado de força, agilidade, destreza e energia, se os comparássemos aos humanos, os Pitbull seria aquela pessoa extremamente ligada em malhação e atividades físicas. Mas, ao longo dos anos, essa raça de cachorro passou a ter uma fama de vilão. O que muitas pessoas se esquecem, no entanto, é que a grande culpa dessa má reputação é, na maior parte das vezes, de criadores mal intencionados e donos mal preparados.
  • Tal preconceito contra a raça Pitbull até gerou uma polêmica proibição da criação do Pitbull em alguns países. O fato é que, é perfeitamente possível criar um cachorro desta raça, desde que o proprietário siga uma série de procedimentos de segurança necessários para possuir uma raça de cachorro tão potente.
  • É possível encontrar um grande número de Pitbull de temperamento dócil e equilibrado que, se tiverem um desenvolvimento baseado no conhecimento de comportamento canino, serão excelentes companheiros. Porém deve-se evitar adquirir animais de criadores que possuem exemplares agressivos com pessoas ou outros bichos. Conhecer o comportamento dos pais do Pitbull é uma das maneiras de tentar prever o temperamento da ninhada mas, como existem outros fatores – além da genética – que determinam a agressividade canina, um profissional da área de comportamento animal pode ser de grande ajuda no momento da escolha do filhote – o mesmo vale para cães de qualquer raça.

 

Pitbull – Atividade Física

  • Essa raça é atlética e precisa de exercício diário, é recomendado que o dono da raça Pitbull tenha tempo para passeios e goste de atividades físicas.

 

Pitbull – Pelagem

  • A pelagem é curta, dura e brilhante, sendo possível encontrá-los em cores e marcações variadas.
  • Quanto ao focinho são encontradas três variações de coloração: o Red Nose, Black Nose, Blue Nose e o Blue Fawn.

 

Pitbull – Necessidades de Nutrição

  • Pitbull tendem a permanecer em bom peso, ou até mesmo ser um pouco magro.
  • Pitbull adultos devem ser alimentados com uma ração equilibrada, com calorias restritas.
  • A dieta durante o crescimento dos filhotes de Pitbull condiciona a saúde do cachorro na fase adulta.
  • A plena satisfação das necessidades nutricionais do Pitbull em crescimento possibilita assegurar esta etapa crucial em sua vida.
  • Como regra geral, a dieta de um cachorro deve levar em conta, sem qualquer excesso ou deficiência, as características específicas da espécie canina, raça e a diversidade de tamanhos, além de sua capacidade de digerir os nutrientes de forma adequada.
  • Filhotes de Pitbull devem ser alimentados com uma ração de filhotes com alto conteúdo de vitaminas.

 

Pitbull – Cuidados com a Saúde

Vacinação

  • Vacinar seu cachorro é um ato de compromisso, e amor.
  • Além de garantir sua imunidade frente a doenças perigosas e fatais, ao vacinar seu cachorro você contribui para a saúde pública, pois algumas das doenças de cães que as vacinas previnem, como a raiva e a leptospirose são zoonoses, ou seja, atingem também os seres humanos.

 

Vermifugação

  • em cães é uma rotina que deve ser adotada de tempos em tempos, conforme orientação de um veterinário, independentemente da presença ou não de vermes intestinais no organismo do cachorro.
  • Os vermes intestinais podem estar presentes nos cães principalmente em filhotes desde o seu nascimento.
  • A vermifugação irá auxiliar no bem-estar e na saúde do seu cão, fazendo com que ele elimine estes vermes.
  • O mesmo vermífugo utilizado para a eliminação dos vermes é também administrado como medida preventiva.

 

O Pet Shop Portal Adverte: Nunca medique seu melhor amigo sem o consentimento de seu medico veterinário, em casos de suspeitas de alguma doença leve-o a um profissional mais próximo de sua residencia

Pitbull – Doenças mais Frequentes

Em geral, o Pitbull é um cachorro saudável com poucos problemas médicos, no entanto existem algumas doenças que são diagnosticadas com maior frequência nessa raça de cachorro como as descritas abaixo, porém recomendamos que os donos e futuros donos façam uma avaliação periódica com seu médico veterinário de sua confiança.

Pitbull – Casos Clínicos

 

Considerações Finais

  • Antes de adquirir um exemplar desta raça, é preciso ter em mente seus hábitos diários: uma pessoa sedentária com certeza não conseguirá dar ao animal condições de suprir suas necessidades naturais, como a quantidade adequada de exercício, para que não se torne um cão ansioso.
  • Outro fator é uma competência emocional equilibrada para educar o animal, utilizando de técnicas motivacionais, valorizando atitudes corretas, boa educação, obediência e conhecimentos de socialização.
  • Conheça também os

 

Lembre-se de que há um grande número de Pitbulls em abrigos, ONGs e nos Centros de Controle de Zoonoses. É mais fácil prever o comportamento e o temperamento de um cão adulto, que já passou pela fase de desenvolvimento e socialização, do que o de um filhote que ainda viverá diversas experiências passíveis de torná-lo agressivo, por medo ou por falta de socialização, por exemplo.

Veja mais no Petshop Portal



Related news


Fotos de notas tristes
Fotos de lorena orozco
Fotos autos tuning gratis
Fotos de porta y su novia
Fotos del padre alberto
Fotos de glerysbeth pagan
Fotos de cruz azul gratis
Fotos en linea gratis
Back to Top